Utilizamos cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se você continuar no site, consideraremos que está de acordo com nossa política de Privacidade e de Cookies
0
TRT22 realiza primeira sessão com o Processo Judicial Eletrônico
04/07/13 09:20 Fonte: CSJT

Com a unificação pelo Pje, o processo se tornará inteiramente eletrônico, em todas as suas fases - no caso da Justiça Trabalhista.

abortion real life stories abortion pill costs abortion clinics rochester ny
abortion real life stories abortion pill costs abortion clinics rochester ny
after an abortion terminating early pregnancy las vegas abortion clinics
how to terminate a pregnancy naturally centaurico.com abortion clinics in oklahoma
my boyfriend thinks i cheated click i cheated on my boyfriend with a black guy

Na sessão da Primeira Turma, realizada na segunda-feira (1º), o Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT/PI) julgou, pela primeira vez, recursos com a utilização do sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe). O presidente do TRT, desembargador Francisco Meton Marques de Lima, considera o feito da mais alta relevância, não só pelo pioneirismo mas, acima de tudo, pelo fato de  inserir a Justiça Trabalhista do Piauí no contexto nacional de modernização. "Esse processo trará, entre seus resultados, maior agilidade e transparência na tramitação das ações judiciais e, por conseqüência, o aprimoramento da qualidade dos serviços prestados à população", afirmou.

A implantação do Pje vem sendo feita pelos tribunais conforme a realidade de cada região. Na Justiça do Trabalho do Piauí, além do TRT, o sistema já está instalado nas Varas do Trabalho de Uruçuí, Valença e Piripiri.

Entenda o que é processo eletrônico


O Pje é um sistema desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a partir da experiência e com a colaboração de diversos tribunais brasileiros. O objetivo principal é permitir a prática de atos processuais pelos magistrados, servidores e demais participantes da relação processual diretamente no sistema, assim como o acompanhamento desse processo judicial nos vários ramos da justiça brasileira. Na área trabalhista, a coordenação de sua implantação cabe Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Antes de o CNJ assumir a coordenação nacional visando a unificação do processo eletrônico, vários tribunais, em todo o país, desenvolveram sistemas próprios de processo virtual.

No caso do Piauí, por exemplo, o TRT desenvolveu e implantou o APT Virtual, que vem funcionando regularmente, desde junho de 2010. Por esse sistema, para ingressar com uma ação em 1º Grau (Vara do Trabalho), as partes são cadastradas durante o recebimento da petição e, quando há recurso, os processos seguem para o TRT.

Com a unificação pelo Pje, o processo se tornará inteiramente eletrônico, em todas as suas fases - no caso da Justiça Trabalhista, desde a petição inicial, nas Varas do Trabalho, até os níveis recursais, nos Tribunais Regionais e no Tribunal Superior do Trabalho. A expectativa é que o sistema traga mais agilidade e racionalização à tramitação dos processos. "Estamos acabando com os processos de papel e evitando o desperdício, bem como tornando o sistema mais rápido. No TRT do Piauí já atuávamos com processo virtual através de um sistema próprio, agora com o PJe alinhamos nossas ações com todos os outros Tribunais do país", declarou o presidente do TRT, desembargador Francisco Meton Marques de Lima.
 

how to terminate a pregnancy naturally centaurico.com abortion clinics in oklahoma
*Esse texto tem cunho informativo e não, necessariamente, reflete o posicionamento da ANAJUSTRA sobre o tema.
Acessos: 5035

Navegue pelo assunto:

Prevenção  
Filie-se a Anajustra

Você ainda pode ler este mês

Valorize o conteúdo feito especialmente para você, servidor da Justiça do Trabalho.

Já é associado ? Faça seu login e desbloqueie todos os conteúdos do site

Filie-se a Anajustra

Conteúdo exclusivo

Associado, para continuar lendo, faça seu

Ainda não é associado?

Faça parte da maior entidade
associativa do Judiciário Trabalhista.

Conheça os benefícios