Utilizamos cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se você continuar no site, consideraremos que está de acordo com nossa política de Privacidade e de Cookies
0
Entidades se reúnem para alinhar estratégias de luta
17/05/19 09:34 Fonte: Assessoria

Em campanha contra a PEC 6/19, entidades organizam-se para participar de atos presenciais.

Janedir Morata é a segunda, à esquerda, e Roberto Bucar o quarto. Eles se reuniram nesta quinta, 16/5, com representantes do MAS, Anauni, SINPRF, Anamatra, SindMPU e outras entidades para tratar da PEC 6/2019.

Debater os pontos mais prejudiciais da Proposta de Emenda à Constituição 6/2019 e organizar ações coordenadas para combatê-la foi o mote de uma reunião realizada nesta quinta-feira, 16/5. A ANAJUSTRA esteve representada pelo assessor parlamentar, Roberto Bucar, e por Janedir Morata. O encontro ocorreu na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília.

Acesse a página Não à PEC 6

Piores pontos

Regras de transição praticamente inexistentes, pensões fatiadas e impedimentos de acesso aos benefícios para pessoas com deficiência foram alguns dos principais problemas apontados pelo grupo no texto da Reforma da Previdência. Apesar disso, os dois mais prejudiciais são: a desconstitucionalização das normas e a capitalização para os futuros trabalhadores.

“O governo encheu o projeto de penduricalhos absurdos, como o BPC e aposentadoria rural, que certamente não vão passar, para poder dizer que negociou. Mas, na verdade, eles não negociam nada. Esses dois pontos são o cerne da proposta e vão ser péssimos para todo mundo”, colocou Bucar.

Mobilização

Os integrantes do evento concluíram que o mais importante neste momento é que a sociedade civil se mobilize de todas as formas possíveis. Alguns dos presentes apontaram a necessidade de adesão aos movimentos de rua e outros destacaram também da importância das manifestações online.

“O principal corpo a corpo no Congresso Nacional é o que estamos fazendo”, explicou Morata. “Mas também é necessário que a sociedade conheça e apoie esse trabalho, porque é a quem os parlamentares escutam”, adicionou.

Reforma tributária

Os presentes lembraram ainda de um assunto já comentado na Comissão Especial da Reforma da Previdência: as mudanças tributárias. Os problemas do atual sistema e as sucessivas desonerações foram citadas como um dos motivos para os problemas econômicos alegados pelo governo.

Participantes e ações

Além de alinharem a produção e a distribuição de conteúdo, os presentes também acordaram a divulgação e participação em atos presenciais.

A reunião foi capitaneada pelo Movimento Acorda Sociedade (MAS), grupo que reúne diversas organizações, entre associações, sindicatos e representantes da sociedade civil organizada. Também estiveram presentes a Associação Nacional dos Advogados (Anauni), Sindicato dos Policiais Rodoviarios Federais (SINPRF), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Sindicato Nacional dos Servidores do MPU e do CNMP (SindMPU) e outros representantes.

Acessos: 973
Filie-se a Anajustra

Você ainda pode ler este mês

Valorize o conteúdo feito especialmente para você, servidor da Justiça do Trabalho.

Já é associado ? Faça seu login e desbloqueie todos os conteúdos do site

Filie-se a Anajustra

Conteúdo exclusivo

Associado, para continuar lendo, faça seu

Ainda não é associado?

Faça parte da maior entidade
associativa do Judiciário Trabalhista.

Conheça os benefícios