Ação visitará Aracaju, Belém, Brasília e Goiânia
07/02/19 11:20 Fonte: Assessoria

Sol na Medida alerta para os riscos do câncer de pele.



De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer de pele. Para o biênio 2018/2019, a estimativa é de 165.580 mil novos casos de câncer da pele não melanoma.

Os números assustam e para estimular os servidores na prevenção e no diagnóstico da doença, a ANAJUSTRA realiza, entre os dias 19 e 21/2, a segunda edição da ação Sol na Medida.

Primeira da programação do Bem Viver em 2019, ela passará por Aracaju, Belém, Brasília e Goiânia, consistindo na distribuição de kits com gibi informativo e amostras de protetor solar, além de orientações sobre a doença. Também será ofertado o serviço de limpeza de pele.

A ação conta com os mesmos parceiros do ano passado: a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a Drogasil e a L’Oreal, além das administrações dos Tribunais, que cederam os espaços para a realização dela.

“A cada ano expandimos nossa atuação, levando serviços diferenciados a novas cidades e a mais servidores. Estamos muito felizes em realizar a segunda edição da Sol na Medida, especialmente porque ela abre as portas para toda a programação do ano, sendo termômetro para as demais”, disse o presidente da associação, Antônio Carlos Parente.

Em Aracaju, ela acontecerá no dia 19/2, a partir das 10h, no auditório da Ejud. Brasília e Goiânia receberão a ação no dia 20/2 e o encerramento será em Belém no dia 21/2. Na capital federal, ela ocorrerá às 10h, na sala de atividades da sede do TST. Em Goiânia, no 1º andar do Fórum Trabalhista a partir das 10h, e em Belém, também a partir das 10h, no hall do térreo da sede do TRT.

A estimativa da ANAJUSTRA é chegar a mais de 4,5 mil associados com a ação. 

Primeira edição

Em 2018, a Sol na Medida foi realizada nas cidades do Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, Goiânia e Maceió. Cerca de 3,5 mil servidores foram beneficiados também com a distribuição de brindes e materiais informativos da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da L’Oreal.

Especial online

A ação Sol na Medida também será online. Uma página com conteúdo especial sobre o tema foi criada e reúne informações sobre fatores de risco, prevenção, diagnóstico e tratamento da doença.

Medida certa

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda evitar a exposição solar nos horários mais quentes das 10h às 15h, lembrando que no Nordeste o sol forte começa às 9h e no Centro-Oeste costuma se estender até às 16h. O protetor solar não é a única medida de fotoproteção, devemos lembrar de procurar a sombra (árvores, guarda-sóis, tendas, etc.) e utilizar roupas, chapéus, bonés e óculos escuros para auxiliar na proteção.

Câncer de pele não melanoma

O câncer de pele não melanoma é o mais frequente no Brasil. Apresenta altos percentuais de cura, se for detectado e tratado precocemente. Entre os tumores de pele, é o com maior incidência e de menor mortalidade, porém, se não tratado adequadamente pode deixar mutilações bastante expressivas.



Mais comum em pessoas com mais de 40 anos, o câncer de pele é raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas. Porém, com a constante exposição de jovens aos raios solares, a média de idade dos pacientes vem diminuindo.

Pessoas de pele clara, sensíveis à ação dos raios solares, com história pessoal ou familiar deste câncer ou com doenças cutâneas prévias são as mais atingidas.

(Com informações da SBD e Inca)

 

Acessos: 566