Utilizamos cookies para melhorar sua experiência de navegação. Se você continuar no site, consideraremos que está de acordo com nossa política de Privacidade e de Cookies
0
Entidades se unem em prol das causas dos servidores
31/01/19 17:31 Fonte: Assessoria

ANAJUSTRA participou de reunião com sindicato e outras associações do PJU e MPU para definir estratégia de atuação conjunta na defesa das pautas prioritárias das categorias.

Em pé, da esquerda para a direita: Adelor, Chico, Almerindo, Haroldo, White, Francisco e Costa. Sentadas, da esquerda para a direita: Ednete, Gisele, Suely e Janedir. Foto: Sindjus-DF.

Com a chegada de fevereiro, as atividades parlamentares, nos conselhos administrativos e nos tribunais superiores voltam a ocorrer a pleno vapor. E, para os servidores públicos, muitas demandas já apontam no horizonte. Por isso, a ANAJUSTRA participou de um encontro preparatório com outras entidades representativas do Poder Judiciário da União (PJU) e Ministério Público da União (MPU).

“A ideia é estarmos articulados e preparados para enfrentar os possíveis desafios para as categorias assim que os trabalhos começarem no Congresso Nacional e nas demais instituições”, explica Janedir Morata, representante da ANAJUSTRA durante a reunião.

Também estiveram presentes no encontro: Abdias Trajano, Chico Vaz, Costa Neto, Ednete Bezerra e Gisele Sérgio (SINDJUS-DF), Haroldo Rodrigues e White Villela (ASSTJ), Adelor Alves (ASTRISUTRA), Almerindo Souza (ASDR), Francisco Lima (ASAJUS) e Suely Masala (ASMPF e SINDJUS-DF).

O grupo definiu cinco principais eixos temáticos em torno dos quais se articulará ao longo do primeiro semestre deste ano:

  • a defesa da manutenção da Justiça do Trabalho;
  • atuação contra a Reforma da Previdência;
  • luta pela observância da data base dos servidores públicos, conforme determina a Constituição Federal;
  • a manutenção dos “Quintos”;
  • o respeito às decisões judiciais e administrativas dos 13,23% e pagamento dos valores retroativos.

A partir desses pontos, serão traçadas estratégias de comunicação, atuação e mobilização que envolvam não só os representantes classistas, mas também os servidores e a sociedade em geral.

O primeiro desafio será na próxima terça-feira, 5 de fevereiro, quando a comissão participará do Ato Nacional Contra a Extinção da Justiça do Trabalho, que ocorrerá no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados a partir das 14h.

Confira a nota conjunta elaborada pela Comissão do Judiciário e do MPU

A Justiça do Trabalho é exemplo de eficiência e celeridade na entrega da prestação jurisdicional. O Índice de Produtividade Comparada (IPC-Jus) da Justiça do Trabalho em 2017, medido pelo Conselho Nacional de Justiça, foi de 90% (noventa por cento) no primeiro grau e de 89% (oitenta e nove por cento) no segundo grau.

É inegável a importância do Judiciário trabalhista para toda a sociedade brasileira, estando há mais de 75 anos atuando como instrumento de equilíbrio das relações de trabalho, tarefa fundamental à manutenção da democracia e aprimoramento da cidadania.

Não resta dúvida de que a Justiça do Trabalho é imprescindível para a pacificação social e deve ser defendida por todos os brasileiros, pois é um patrimônio nacional.

Sindjus-DF, ANAJUSTRA, ASMPF, Assejus, ASSTJ, Astrife, Astrisutra, Assertse, Asconj, Asajus, Asempt, ASDR, ASTREDF, Assejufe, Assejumi e Anajusfe.

Acessos: 4814

Navegue pelo assunto:

Governo   Senado Federal  
Filie-se a Anajustra

Você ainda pode ler este mês

Valorize o conteúdo feito especialmente para você, servidor da Justiça do Trabalho.

Já é associado ? Faça seu login e desbloqueie todos os conteúdos do site

Filie-se a Anajustra

Conteúdo exclusivo

Associado, para continuar lendo faça seu

Ainda não é associado ?

Faça parte da maior entidade
associativa do Judiciário Trabalhista

Conheça os benefícios