TRTs 3, 13, 19 e 21 julgaram mais de 100% dos processos recebidos em 2017
10/05/18 15:55

Os dados foram divulgados pelo CSJT no Relatório de Resultados.

Com o objetivo de assegurar a celeridade e a produtividade na prestação jurisdicional, 23 dos 24 Regionais alcançaram a meta de julgar pelo menos 90% dos processos de conhecimento distribuídos em 2017. O Índice de Processos Julgados (IPJ) foi publicado no Relatório de Resultados do Plano Estratégico da JT, elaborado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

No relatório, com exceção do TRT do Maranhão, que ficou próximo da meta, com um IPJ de 89,16%, os demais TRTs ultrapassaram a meta. O TRT19, por exemplo, ganhou destaque por ser o único a alcançar as metas estabelecidas nos últimos três anos, sempre julgando mais de 100% dos processos recebidos.

O médio e o pequeno portes da Justiça do Trabalho superaram 100% do quantitativo de processos distribuídos julgados, apresentando IPJ de 100,71% e 101,11%, respectivamente. Já o grande porte, apesar de não alcançar o mesmo êxito, obteve um bom resultado julgando 99,92% do quantitativo de processos distribuídos em 2017.

No grupo dos TRTs de pequeno porte, nove, no total, dois tiveram destaques, além do TRT19, o da 21ª Região alcançou 108,72% no IPJ, o maior índice de 2017. Destaca-se, ainda, o TRT da 13ª Região, que apresentou o maior índice observado no porte médio com o julgamento de 109% do quantitativo de processos distribuídos. Entre os de grande porte, o TRT3, de Minas Gerais, julgou 9.046 processos além do número de distribuídos.   

Índice de Processos Julgados

Buscando evitar o crescimento desmedido do acervo processual, o IPJ tem sua meta definida a cada ano, e, para 2018, o objetivo é julgar pelo menos 92% dos processos distribuídos nos 1º e 2º graus da Justiça do Trabalho.

Confira os resultados de outras metas acessando o Relatório de Resultados do Plano Estratégico da JT no site do CSJT.

Acessos: 1408