Em vídeo, consultor financeiro ensina como declarar o IR 2018
16/03/18 08:48 Fonte: Assessoria

Consultor da ANAJUSTRA aponta as principais fichas para preenchimento e dá dicas para fugir da malha fina.

O prazo para a entrega da declaração de Imposto de Renda 2018 (ano-base 2017) vai até o dia 30/4, mas até a última segunda-feira, 12/3, mais de 2,4 milhões de brasileiros já tinham prestado contas ao leão. Se você não está entre eles, aproveite para assistir ao vídeo do consultor financeiro da ANAJUSTRA, José Carlos Dorte, e saber como fazer a sua declaração. 

Nele, o consultor aponta as principais fichas para preenchimento e dá dicas para fugir da malha fina da Receita Federal. Uma delas é só lançar despesas médicas que possam ser comprovadas. Segundo Dorte, esse é um dos pontos mais acompanhados pelo Fisco. 

Para dúvidas mais específicas, o associado pode falar com o consultor enviando e-mail para: financas@anajustra.org.br. Na área restrita, o atendimento é feito via chat, de segunda à sexta, das 7 às 13h, horário de Brasília. 

“O vídeo, de uma forma geral, mostra que declarar o IR é uma tarefa simples. Mas, claro, há casos que o contribuinte precisa da orientação de um especialista e, por isso, neste ano, além de atendermos os associados por e-mail, estamos online por meio do chat para tirar dúvidas instantaneamente”, destaca Dorte. 

Novidades

No vídeo, Dorte também lembra que, como quase todos os anos, a Receita alterou algumas regras do IR , entre elas, uma que pessoas com mais de oito anos, declaradas como dependentes, precisarão ter CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Antes, a obrigatoriedade valia para dependentes com 12 anos. A partir de 2019, todos os dependentes no Imposto de Renda terão que tirar CPF, independentemente da idade.

Na declaração de bens, foram incluídos campos para informações complementares, como números e registros, localização e número do Registro Nacional de Veículo (Renavam).

Foi incluída também a informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto. Outra alteração é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as quotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.

O programa para preenchimento da declaração está disponível para download no site da Receita. Ele também pode ser baixado na página da assessoria financeira.

Leia também:

Tire dúvidas sobre o IR 2018 em chat na área restrita
Assessoria financeira amplia serviços e lança curso de finanças pessoais

Finanças pessoais: novos vídeos na área restrita

Acessos: 4806