Entidades do Judiciário e MPU criam Frente Nacional contra a PEC 287
07/12/17 12:51 Fonte: Assessoria

Objetivo é lutar contra a Reforma da Previdência e combater as campanhas do governo que caluniam o servidor público tentando imputar a ele a culpa pelo alegado déficit nas contas da previdência.

A Frente Nacional dos Servidores do Judiciário e MPU Contra a Reforma da Previdência foi criada na manhã desta quarta-feira, 6/12, em reunião na sede da ANAJUSTRA. Estiveram presentes: Alexandre Saes e Roberto Bucar, da ANAJUSTRA e ANAJUSFE; Suely Masala, da ASMPF; Costa Neto, do SINDJUS-DF; Janedir, do TST; Fernando Alencastro, da ASSERTSE; e White Villela, da ASSTJ. Os representantes decidiram unir as entidades para defender a rejeição à PEC 287/2016 - Reforma da Previdência Social - que traz vários efeitos prejudiciais a todos os trabalhadores públicos e privados do País.

A chamada Reforma da Previdência é uma afronta aos direitos fundamentais inscritos na Constituição brasileira. O governo vem, em sucessivas campanhas, buscando jogar a opinião pública contra os servidores do País, visando obter apoio para aprovação do projeto, utilizando-se de má fé e mentiras ao responsabilizar os servidores públicos pelo suposto rombo nas contas da previdência. 

Por este motivo as entidades do Judiciário e do MPU juntaram-se nessa luta para unir o maior número possível de entidades e servidores contra a aprovação dessa Reforma e da tentativa do governo de responsabilizar os servidores públicos pela crise financeira que assola o País. 

Precisamos concentrar nossos esforços nesse momento nos parlamentares, abordando-os nos aeroportos e visitando todos os gabinetes com a missão de convencê-los a votar contra a Reforma da Previdência.

Em cada visita, devemos solicitar o compromisso dos parlamentares com os trabalhadores, gravar os depoimentos e viralizar os vídeos. É preciso reforçar o compromisso e divulgar a posição de cada deputado em relação à Reforma da Previdência. Com o mote "Se votar não volta", vamos fazer pressão para exigir o voto contra a Reforma e trabalhar contra a aprovação da PEC 287/2016.

A Frente está aberta à adesão de outras entidades representativas e convoca a todos os servidores a lutarem pelos seus direitos e de todos os trabalhadores, contra as calúnias e inverdades difundidas pelo governo e por alguns veículos de imprensa. JUNTE-SE A NÓS E GRAVE UM VÍDEO COM OS PARLAMENTARES DO SEU ESTADO e nos envie. A hora é agora, depois não adianta reclamar!

Integram a frente: Sindjus-DF, ANAJUSTRA, ANAJUSFE, ASSERTSE, ASSTJ, ASMPF, Asempt, Agempu, Sintrajufe-CE, Sinje-CE, Sindissétima-CE, Sindijufe-RO/AC, Sinjufe-GO, Sindjufe-TO.

Acessos: 3288